Fórum Itinerante de Cinema Negro

Artigos

CINEMA NEGRO – sobre uma categoria de análise para a sociologia das relações raciais (parte 2)

21.10.2014 | Maíra Zenun | Artigos



3. A quem interessa um cinema negro?

O cinema é, sem sombra de dúvidas, um tipo de saber social. Ao ser tratado pela sociologia como objeto de estudo, é necessário que antes ele seja localizado, contextualizado e discutido, a partir da sua elaboração. Assim como qualquer outra forma de conhecimento. Inclusive por suas características mais primordiais, o cinema (áudio + visual) revela o quanto sua produção é resultado de múltiplas práticas políticas e culturais. Por ser uma arte-tecnológica, temporal, é necessário que se observe, simultaneamente, técnica/estrutura e agentes envolvidos. Outro fator importante: a narrativa cinematográfica é resultado de...  leia mais>>

deixe os seus comentários

CINEMA NEGRO - Sobre uma categoria de análise para a sociologia das relações raciais (parte 1)

13.10.2014 | Maíra Zenun | Artigos

1. Apresentação

 

« São cada vez mais numerosos os filmes que trazem a sua história (de origem africana) para o ecrã. Todos esses realizadores transcendem a noção de estado-nação e os constrangimentos da etnicidade e das suas particularidades. Criam um espaço de diálogo e de definição de uma identidade negra híbrida.» (DIAKHATÉ, 2011: 122).

Pensando nas formas de resistência que as populações negras, tanto da África quanto dos territórios diaspóricos, têm procurado organizar desde o início do século XX – como os movimentos e conceitos da Harlem Renaissance, da negritude, do...  leia mais>>

deixe os seus comentários

Faces e Fases de Zanele Muholi (1)

12.08.2014 | Janaína Damaceno | Fotografia

Puleng Mahlati, Embekweni, Paarl, 2009. Foto de Zanele Muholi 

© Michael Stevenson Gallery (http://www.stevenson.info/exhibitions/muholi/faces23.htm)

Zanele Muholi nasceu na África do Sul em 1972. Ativista lésbica, a artista ou ativista visual (como prefere se autodenominar) é uma das principais referências do movimento LGBT em seu país ao retratar o que ela mesma chama de  sexualidade queer negra (black queer sexuality). Neste e no próximo post falaremos um pouco sobre três de seus principais trabalhos: as séries Faces and Phases, Being e Miss (Black) Lesbian.

A...  leia mais>>

deixe os seus comentários

Por um cinema africano no feminino (III): “Um foco sobre as Mulheres Burkinabês no Cinema"*

07.07.2014 | Beti Ellerson | Artigos, FESPACO, Festivais

Dando seqüência às publicações que visam divulgar a produção e a participação de mulheres africanas no cinema, o FICINE traz este post escrito pela diretora e pesquisadora Beti Ellerson. O texto foi publicado originalmente em African Women in Cinema Blog, um espaço criado para a discussão de diversos assuntos relacionados à participação das mulheres africanas no cinema que faz parte do Centre for the Study and Research of African Women in Cinema. Boa leitura!

 

“Desde início da história do cinema em Burkina Faso, as mulheres desempenharam um papel proeminente. Ouagadougou, Burkina...  leia mais>>

deixe os seus comentários

Destaques

Espaço homenagem

Ficine Educação

Ficine Docs