Fórum Itinerante de Cinema Negro

Artigos

.

Ailton Pinheiro

Cineasta, graduado em Comunicação Social com habilitação em Multimeios (2009) pela PUC-SP, onde realizou o trabalho A influência do Cinema Novo nos Cineastas Negros: O cinema de Zózimo Bulbul. Desde então vem pesquisando cinema africano e cinema negro brasileiro e diaspórico. Em 2006 e 2007 trabalhou como operador de áudio nos curtas O Fim, Domingos no Parque e A parte. Em 2008 trabalhou como fotógrafo dos curtas XII Marcha Noturna Pela Democracia Racial e Mãe Negra da Odun Produções. Em 2009 foi assistente de direção de Akins Kinte em Várzea: a Bola Rolada na Beira do Coração. Dirigiu os documentários: Os Espaços de Resistência Negra no Centro de São Paulo, apoiado pela Secretaria Estadual de Cultura,  Cinestésia Central – filme sobre as salas de cinema no centro paulistano e Bikudos (onde relata a História do Instituto Cultural Steve Biko). O documentário foi realizado pela Ori Produções e Comunicação em co-produção com o Tela Preta - coletivo de cinema negro. O filme foi apoiado pelo Governo da Bahia. Foi roteirista e finalizador do média-metragem Mulheres de Axé (2011). Está trabalhando como diretor e roteirista do filme de ficção A Bailarina, adaptação de um conto do livro Sete Diásporas Íntimas de Lande Onawalê. Atualmente está captando recursos para os projetos Poezia Azeviche  - documentário sobre os compositores de blocos afros e Tenba – filme sobre o Teatro Negro na Bahia. Foi produtor executivo do filme Lápis de Cor de Larissa Andrade que será lançado em 2014 no canal Futura. É diretor executivo da Ori Produções e Comunicação. https://vimeo.com/ailtonpinheiro http://lattes.cnpq.br/4282494610870731