Fórum Itinerante de Cinema Negro

Artigos

Um Perfil de Sarah Maldoror

30.12.2013 | Beti Ellerson | Artigos

Você ainda não ouviu falar de Sarah Maldoror (1938)? Pois bem, ela é uma das principais (e primeiras) cineastas de África e tem uma extensa obra ainda pouco conhecida no Brasil. Um dos seus principais filmes, Sambizanga (1972), retrata o papel da mulher durante a guerra civil de Angola onde a cineasta viveu durante anos. O roteiro do filme foi escrito com Mário Pinto de Andrade, poeta e militante contra o colonialismo português, autor de Primeiro Caderno de Poesia Negra de Expressão Portuguesa (1953) e seu marido na época. Neste post, traduzimos o artigo de...  leia mais>>

deixe os seus comentários

Cerzideira de memórias: narrativas do dilaceramento em Contos Cruéis de Guerra, de Ibéa Atondi

23.12.2013 | Lívia Natália | Artigos, Documentários

1. A cena da memória como interpretação de si

As mais antigas representações da memória evocam uma capacidade que teria o corpo de guardar – em algum lugar sempre insondável – o acontecimento vivido e acessá-lo quando necessário. Por isto a memória sempre foi alegorizada por objetos que remetiam à noção de profundidade e obscuridade: arcas, baús, fundos de bibliotecas, caixas, dentre outros recônditos (DRAAISMA, 2005). A estas imagens foi sendo aderida, pouco a pouco, uma feição humanizada a partir de alegorias fisiológicas e mesmo afetivas. Como se vê em De memória et reminiscentia,...  leia mais>>

deixe os seus comentários

Forro ou Fugido

19.12.2013 | Larissa Fulana de Tal | Artigos, Curtas

Brinquedo de nego forro fugido é abrir roda para mostrar que tudo é caça e caçador”. A frase define muito bem a complexidade da formação e posição social do negro brasileiro, evidenciado na manifestação cultural Nego Fugido, do distrito de Santo Amaro, região do recôncavo baiano. Essa manifestação é inscrita na imagem fílmica do curta-metragem baiano Nego Fugido (2009), de Cláudio Marques e Marília Hughes.

O curta-metragem põe em questão duas posições: a do objeto filmado e a do sujeito que filma. Inicialmente, o casal entra no campo da imagem, a mulher...  leia mais>>

deixe os seus comentários

Um Continente nas Ruas Estreitas

16.12.2013 | Osmundo Pinho | Artigos, Resenhas

DIAWARA, Manthia. African Film. New Forms of Aesthetics and Politics. Prest Verlag. Munich – Berlin – London – New York, Haus der Kulteren der Welt. 2010. 319.p.

 

Era um outro país, cujos gestos excitantes Eu conhecia mas não conseguia relacionar com minha mente, Como a amnésia de minha mãe; respostas intraduzíveis

Acompanhavam estes espíritos reais Que tinham me esquecido assim como eu, também, Esquecera um continente nas ruas estreitas”.

Derek Walcott, Omeros, 1990 (tradução Paulo Vizioli).

Escrito como um fascinante, pessoal e reflexivo diário de viagem, o volume de muitas entradas e formato...  leia mais>>

deixe os seus comentários

Destaques

Espaço homenagem

Ficine Educação

Ficine Docs