Fórum Itinerante de Cinema Negro

Artigos

Vozes femininas negras no curta moçambicano "Phatyma" (2010)*

04.06.2014 | Ceiça Ferreira | Curtas, Resenhas

* Artigo escrito em parceria com  Edileuza Penha de Souza.

Sou forte, sou guerreira,
Tenho nas veias sangue de ancestrais.
Levo a vida num ritmo de poema-canção,
Mesmo que haja versos assimétricos,
Mesmo que rabisquem, às vezes,
A poesia do meu ser,
Mesmo assim, tenho este mantra em meu coração:
"Nunca me verás caída ao chão".

Trecho do poema "Ressurgir das cinzas", de Esmeralda Ribeiro.

É a história de vida, os anseios, as inquietações e principalmente, a postura altiva de uma menina moçambicana que constituem o...  leia mais>>

deixe os seus comentários

Rasgando a tela, quebrando a corrente

12.05.2014 | Larissa Fulana de Tal | Curtas, Resenhas

“O cinema é uma AR-15e nós negros brasileiros sabemos atirar”, afirmava Zózimo Bulbul, que destaca a passagem do negro, enquanto temática para a direção dos filmes. Deixando de estar à frente das câmeras para olhar de atrás delas, ao assumir a perspectiva da auto representação, Zózimo, Waldir Onofre e Antônio Pitanga, são atores que passam a realizar filmes na década de 70, tendo a temática racial em foco. Porém, Bulbul  é o único  a compor  uma filmografia,   e dentre suas  obras destaca-se a primeira: Alma no olho (1973), realizada com restos de película de um...  leia mais>>

deixe os seus comentários

"Mãe dos netos" - Uma narrativa de afeto e memória no cinema africano

05.05.2014 | Edileuza Penha de Souza | Curtas, Resenhas

Ouça no vento / O soluço do arbusto: É o sopro dos antepassados. / Nossos mortos não partiram. Estão na densa sombra. / Os mortos não estão sobre a terra. Estão na árvore que se agita, / Na madeira que geme, Estão na água que flui, / Na água que dorme, Estão na cabana, na multidão; / Os mortos não morreram... ANCESTRALIDADE - BIRAGO DIOP

Produzido em Moçambique pela FDC - Fundação para o Desenvolvimento da Comunidade, realizado por Isabel Noronha e Vivian Altman, o curta-metragem "Mãe dos Netos" (2008) é...  leia mais>>

deixe os seus comentários

Forro ou Fugido

19.12.2013 | Larissa Fulana de Tal | Artigos, Curtas

Brinquedo de nego forro fugido é abrir roda para mostrar que tudo é caça e caçador”. A frase define muito bem a complexidade da formação e posição social do negro brasileiro, evidenciado na manifestação cultural Nego Fugido, do distrito de Santo Amaro, região do recôncavo baiano. Essa manifestação é inscrita na imagem fílmica do curta-metragem baiano Nego Fugido (2009), de Cláudio Marques e Marília Hughes.

O curta-metragem põe em questão duas posições: a do objeto filmado e a do sujeito que filma. Inicialmente, o casal entra no campo da imagem, a mulher...  leia mais>>

deixe os seus comentários

Destaques

Espaço homenagem

Ficine Educação

Ficine Docs